Nota

A Doutrina Espírita nos convida ao estudo; mas alerta-nos que sem Obras nunca seremos verdadeiramente ESPÍRITAS.

Seguidores

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

A META DE TODAS AS VIDAS


Para Refletir:

A reencarnação é uma bênção divina, que se manifesta na forma de oportunidade, concedida a nós outros, para que nos aperfeiçoemos.

Não nos adornemos com qualidades que carecemos.

Trabalhemos o campo, do nosso aperfeiçoamento Espiritual.

Não olvidemos que evoluir é obra individual e intransmissível. 

Caminhemos sempre.

Caminhar é ir em frente. Façamos a nossa parte.

A paz do coração, é a paz da consciência.

Ter liberdade, é ter consciência de si. 

Agora é tempo para a procura interior!...

Sem o conhecimento de nós mesmos, não avançamos na senda do progresso moral.

Quando tomarmos consciência de que o amor está dentro e não fora de nós, seremos verdadeiramente independentes!...

Só o amor nos irmana e felicita.

Amar, é viver cada dia, sob a luz da verdadeira fraternidade.

Que os nossos pensamentos e ações, manifestem o Divino em nós.

Trabalhemos em função do Bem Maior.

Deolinda de Almeida

Michel Pépé - La Pureté du Coeur (relaxing, soothing music)
https://www.youtube.com/watch?v=o0kw7g0ILaQ


Extraído de:  http://espirito-de-cura.blogspot.pt

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

CAMINHO


Mostremos o caminho, ensinemos a caminhar, mas não obriguemos ninguém a seguir sobre os nossos passos.

Cada espírito tem a sua própria trajetória na conquista das experiências que lhe dizem respeito.

Não nos aflijamos porque observemos aqueles que mais amamos se distanciando de nós, ao enveredarem por perigosos atalhos.

Em essência, esteja onde estiver, cada qual estará buscando a sua realização pessoal.

O anseio da descoberta é apanágio de todos os espíritos.

As palavras, por mais fiéis, nunca transmitem as lições que somente a experiência conseguirá, na linguagem inarticulada da dor.

Para seguirmos juntos não teremos necessariamente que caminhar lado a lado; os caminhos paralelos acabam por se convergirem adiante...

Palmilhemos a senda que nos diz respeito, estendendo, além de seus limites, as nossas mãos em auxílio aos que avançam pelas veredas que elegeram para si.

Afirmando ser o Caminho, Jesus não exigiu que ninguém o seguisse!

Compreendamos, assim, os companheiros que se afastam de nós e oremos a Deus pela sua felicidade, renunciando à alegria de tê-los conosco na jornada que empreendemos.

Quanto a nós, perseveremos no cumprimento do dever que abraçamos, longe do qual estaremos sempre desnorteados em nós mesmos, em completo desencontro com a Vida. 

Pelo Espírito Irmão José. Do livro 'Lições da Vida'. Psicografia de Carlos A. Baccelli. 


Extraído de: http://espirito-de-cura.blogspot.pt

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

A CONSCIÊNCIA



Para Refletir:

Precisamos crescer para vencer os obstáculos.


Precisamos experienciar para crescer e crescemos quando as experiências nos são úteis.


Crescimento envolve responsabilidade e precisamos ser responsáveis para sermos conscientes.


Sejamos conscientes para alcançar a Felicidade!...


Deolinda de Almeida

Fábio Júnior - Jesus (Música Espírita)
https://www.youtube.com/watch?v=x59OUGMJhU4


 Extraído de: http://espirito-de-cura.blogspot.pt

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

MUITO *AMOR* E *PAZ* NO CORAÇÃO - FELIZ ANO NOVO!

 


Para Refletir:

Na noite da virada existe a oportunidade de recomeçar, mesmo que seja apenas um novo ano. Na manhã do dia seguinte, o Sol surgirá e com ele a esperança de que por mais escura que seja a noite um dia ela acaba para dar lugar à luz.

Luís Alves

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

FELIZ NATAL COM *JESUS* NO CORAÇÃO



PRECE DO NATAL

Senhor Jesus!...

Recordando-te a vinda, quando te exaltastes na manjedoura por luz nas trevas, vimos pedir-te a bênção.

Revela-nos se muitos de nós trazemos saudade e cansaço, assombro e aflição, quando nos envolves em torrentes de alegria.

Sabes, Senhor, que temos escalado culminâncias... Possuímos cultura e riqueza, tesouro e palácios, máquinas que estudam as constelações e engenhos que voam no Espaço! Falamos de ti – de ti que volveste dos continentes celestes, em socorro dos que choram na poeira do mundo, no tope dos altos edifícios em que amontoamos reconforto, sem coragem de estender os braços aos companheiros que recolhias no chão...

Destacamos a excelência de teus ensinos, agarrados ao supérfluo, esquecidos de que não guardaste uma pedra em que repousar a cabeça; e, ainda agora, quando te comemoramos o natalício, louvamos-te o nome, em torno da mesa farta, trancando inconscientemente as portas do coração aos que se arrastam na rua!


Nunca tivemos, como agora, tanta abastança e tanta penúria, tanta inteligência e tanta discórdia! Tanto contraste doloroso, Mestre, tão-só por olvidarmos que ninguém é feliz sem a felicidade dos outros... Desprezamos a sinceridade e caímos na ilusão, estamos ricos de ciência e pobres de amor. É por isso que, em te lembrando a humildade, nós te rogamos para que nos perdoes e ames ainda... Se algo te podemos suplicar além disso, desculpa o nada que te ofertamos, em troca do tudo que nos dás e faze-nos mais simples!...

Enquanto o Natal se renova, restaurando-nos a esperança, derrama o bálsamo de tua bondade sobre as nossas preces, e deixa, Senhor, que venhamos a ouvir de novo, entre as lágrimas de júbilo que nos vertem da alma, a sublime canção com que os Céus te glorificam o berço de palha, ao clarão das estrelas:

- Glória a Deus nas alturas, paz na Terra, boa vontade para com os homens!

Autor: Emmanuel

Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Antologia Mediúnica de Natal

Fonte: http://www.oespiritismo.com.br

Michel Pépé - Le Mantra du Coeur
https://www.youtube.com/watch?v=PRPe-rIxkvs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...