Seguidores

segunda-feira, 31 de março de 2014

ESMOLA


"Dai antes esmola do que tiverdes." - Jesus. (LUCAS, 11:41.)
 
A palavra do Senhor está sempre estruturada em luminosa beleza que não podemos perder de vista.
 
No capítulo da esmola, a recomendação do Mestre, dentro da narrativa de Lucas, merece apontamentos especiais.
 
"Dai antes esmola do que tiverdes."
 
Dar o que temos é diferente de dar o que detemos.
 
A caridade é sublime em todos os aspectos sob os quais se nos revele e em circunstância alguma devemos esquecer a abnegação admirável daqueles que distribuem pão e agasalho, remédio e socorro para o corpo, aprendendo a solidariedade e ensinando-a.
 
É justo, porém, salientar que a fortuna ou a autoridade são bens que detemos provisoriamente na marcha comum e que, nos fundamentos substanciais da vida, não nos pertencem.
 
O Dono de todo o poder e de toda a riqueza no Universo é Deus, nosso Criador e Pai, que empresta recursos aos homens, segundo os méritos ou as necessidades de cada um.
 
Não olvidemos, assim, as doações de nossa esfera íntima e perguntemos a nós mesmos:
 
Que temos de nós próprios para dar?
 
Que espécie de emoção estamos comunicando aos outros?
 
Que reações provocamos no próximo?
 
Que distribuimos com os nossos companheiros de luta diária?
 
Qual o estoque de nossos sentimentos?
 
Que tipo de vibrações espalhamos?
 
Para difundir a bondade, ninguém precisa cultivar riso estridente ou sorrisos baratos, mas, para não darmos pedras de indiferença aos corações famintos de pão da fraternidade, é indispensável amealhar em nosso espírito as reservas da boa compreensão, emitindo o tesouro de amizade e entendimento que o Mestre nos confiou em serviço ao bem de quantos nos rodeiam, perto ou longe.
 
É sempre reduzida a caridade que alimenta o estômago, mas que não esquece a ofensa, que não se dispõe a servir diretamente ou que não acende luz para a ignorância.
 
O aviso do Instrutor Divino nas anotações de Lucas significa: - dai esmola de vossa vida íntima , ajudai por vós mesmos, espalhai alegria e bom ânimo, oportunidade de crescimento e elevação com os vossos semelhantes, sede irmãos dedicados ao próximo, porque, em verdade, o amor que se irradia em bênçãos de felicidade e trabalho, paz e confiança, é sempre a dádiva maior de todas.
 
Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Fonte Viva'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 

Era - I Believe
http://www.youtube.com/watch?v=YaMQnUPKdxw

sexta-feira, 28 de março de 2014

PALAVRAS DA VIDA ETERNA


"Tu tens as palavras da vida eterna." - Simão Pedro. (JOÃO, 6:68.)
 
Rodeiam-te as palavras, em todas as fases da luta e em todos os ângulos do caminho.
 
Frases respeitáveis que se referem aos teus deveres.
 
Verbo amigo trazido por dedicações que te reanimam e consolam.
 
Opiniões acerca de assuntos .
 
Sugestões de variadas origens.
 
Preleções valiosas.
 
Discursos vazios que os teus ouvidos lançam ao vento.
 
Palavras faladas... palavras escritas...
 
Dentre as expressões verbalistas articuladas ou silenciosas, junto das quais a tua mente se desenvolve, encontrarás, porém, as palavras da vida eterna.
 
Guarda teu coração à escuta.
 
Nascem do amor insondável do Cristo, como a água pura do seio imenso da Terra.
 
Muitas vezes te manténs despercebido e não lhes assinalas o aviso, o cântigo, a lição e a beleza.
 
Vigia no mundo, isolado de ti mesmo, para que lhes não percas o sabor e a claridade.
 
Exortam-te a considerar a grandeza de Deus e a viver de conformidade com as suas Leis.
 
Referem-se ao Planeta como sendo nosso lar e à Humanidade como sendo a nossa família.
 
Revelam no amor o laço que nos une a todos.
 
Indicam no trabalho o nosso roteiro de evolução e aperfeiçoamento.
 
Descerram os horizontes divinos da vida e ensinam-nos a levantar os olhos para o mais alto e para o mais além.
 
"Palavras, palavras, palavras..."
 
Esquece aquelas que te incitam à inutilidade, aproveita quantas te mostrem as obrigações justas e te ensinam a engrandecer a existência, mas não olvides as frases que te acordam para a luz e para o bem; elas podem penetrar o nosso coração, através de um amigo, de uma carta, de uma página ou de um livro, mas, no fundo, procedem sempre de Jesus, o Divino Amigo das Criaturas.
 
Retém contigo as palavras da vida eterna, porque são as santificadoras do espírito, na experiência de cada dia, e, sobretudo, o nosso seguro apoio mental nas horas difíceis das grandes renovações.
 
Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Fonte Viva'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.  


Angels Symphony
http://www.youtube.com/watch?v=h7nMwPDZHPs

quinta-feira, 27 de março de 2014

RENASCE AGORA


"Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus." - Jesus. (JOÃO, 3:3.)
 
A própria Natureza apresenta preciosas lições, nesse particular. Sucedem-se os anos com matemática precisão, mas os dias são sempre novos. Dispondo, assim, de trezentas e sessenta e cinco ocasiões de aprendizado e recomeço, anualmente, quantas oportunidades de renovação moral encontrará a criatura, no abençoado período de uma existência?
 
Conserva do passado o que for bom e justo, belo e nobre, mas não guardes do pretérito os detritos e as sombras, ainda mesmo quando mascarados de encantador revestimento.
 
Faze por ti mesmo, nos domínios da tua iniciativa pela aplicação da fraternidade real, o trabalho que a tua negligência atirará fatalmente sobre os ombros de teus benfeitores e amigos espirituais.
 
Cada hora que surge pode ser portadora de reajustamento.
 
Se é possível, não deixes para depois os laços de amor e paz que podes criar agora, em substituição às pesadas algemas do desafeto.
 
Não é fácil quebrar antigos preceitos do mundo ou desenovelar o coração, a favor daqueles que nos ferem. Entretanto, o melhor antídoto contra os tóxicos da aversão é a nossa boa-vontade, a benefício daqueles que nos odeiam ou que ainda não nos compreendem.
 
Enquanto nos demoramos na fortaleza defensiva, o adversário cogita de enriquecer as munições, mas se descemos à praça, desassombrados e serenos, mostrando novas disposições na luta, a idéia de acordo substitui, dentro de nós e em torno de nossos passos, a escura fermentação da guerra.
 
Alguém te magoa? Reinicia o esforço da boa compreensão.
 
Alguém te não entende? Persevera em demonstrar os intentos mais nobres.
 
Deixa-te reviver, cada dia, na corrente cristalina e incessante do bem.
 
Não olvides a assertiva do Mestre: - "Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus."
 
Renasce agora em teus propósitos, deliberações e atitudes, trabalhando para superar os obstáculos que te cercam e alcançando a antecipação da vitória sobre ti mesmo, no tempo...
 
Mais vale auxiliar, ainda hoje, que ser auxiliado amanhã.
 
Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Fonte Viva'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 

Fábio Júnior - Jesus (Música Espírita)
http://www.youtube.com/watch?v=x59OUGMJhU4

quarta-feira, 26 de março de 2014

EMBAINHA TUA ESPADA


"Embainha tua espada..." - Jesus. (JOÃO, 18:11.)
 
guerra foi sempre o terror das nações.
 
Furacão de inconsciência, abre a porta a todos os monstros da iniquidade por onde se manifesta. O que a civilização ergue, ao preço dos séculos laboriosos de suor, destrói com a fúria de poucos dias.
 
Diante dela, surgem o morticínio e o arrasamento, que compelem o povo à crueldade e à barbaria, através das quaisaparecem dias amargos de sofrimento e regeneração para as coletividades que lhe aceitaram os desvarios.
 
Ocorre o mesmo, dentro de nós, quando abrimos luta contra os semelhantes...
 
Sustentando a contenda com o próximo, destruidora tempestade de sentimentos nos desarvora o coração, ideais superiores e aspirações sublimes longamente acariciados por nosso espírito, construções do presente para o futuro e plantações de luz e amor, no terreno de nossas almas, sofrem desabamento e desintegração, porque o desiquilíbrio e a violência nos fazem tremer e cair nas vibrações do egoísmo absoluto que havíamos relegado à retaguarda da evolução.
 
Depois disso, muitas vezes devemos atravessar aflitivas existências de expiação para corrigir as brechas que nos aviltam o barco do destino, em breves momentos de insânia...
 
Em nosso aprendizado cristão, lembremo-nos da palavra do Senhor:
 
- "Embainha tua espada..."
 
Alimentando a guerra com os outros, perdemo-nos nas trevas exteriores, esquecendo o bom combate que nos cabe manter em nós mesmos.
 
Façamos a paz com o que nos cercam, lutando contra as sombras que ainda nos perturbam a existência, para que se faça em nós o reinado da luz.
 
De lança em riste, jamais conquistaremos o bem que desejamos.
 
A cruz do Mestre tem a forma de uma espada com a lâmina voltada para baixo.
 
Recordemos, assim, que, em se sacrificando sobre uma espada simbólica, devidamente ensarilhada, é que Jesusconferiu ao homem a bênção da paz, com felicidade e renovação.
 
Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Fonte Viva'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 

Nando Cordel - Paz pela paz
http://www.youtube.com/watch?v=DKQlnRBq634

segunda-feira, 24 de março de 2014

ENSINA-NOS A *AMAR*



Nos primeiros anos da era cristã, Cafarnaum era apenas uma aldeia de pescadores situada à margem do mar da Galileia.
Jesus, deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum. Foi ali que, em certa noite, Simão Pedro, Seu discípulo, emocionado  O interrogou:
"Amigo, na minha modesta existência e pobreza moral de homem do mar, jamais imaginei quanto grandioso é o amor. Ajuda-me, dizendo-me qual o primeiro passo que deverei dar naconquista do novo caminho.
Ensina-nos a amar, a mim e a todos aqueles que te seguimos."
O Amigo Incomparável relance ou o dúlcido olhar pelo arquipélago de estrelas e deteve-o na face do pescador, orvalhada por lágrimas e suores de emoção, logo lhe respondendo:
"Ama Simão, em qualquer circunstância e situação, por mais adversas se te apresentem. O amor é o primeiro e o último passo de quem busca a perfeição e ruma na direção do Excelso Pai.
Nunca te detenhas no exame do mal de qualquer procedência, que gera sombras, perturbando-te.
Ademais, guarda na mente e no coração que tudo quanto te acontecer tem uma razão de ser, embora não o saibas, não te exaltando no triunfo nem te desesperando na dor.
Preserva a tua paz no vasilhame da consciência honrada, mesmo quando erres, porque ela é abase para tua felicidade futura, mediante a tranquilidade dos teus sentimentos nobres.
Nunca revides mal por mal, confiando em nosso Pai e entregando-te a Ele sem reservas nem receios.
Porque Ele cuidará de ti investindo os mais preciosos recursos da inspiração e dando-te resistência para os enfrentamentos necessários ao teu processo de evolução.
Perdoa sempre e sempre a tudo e a todos, até mesmo àquilo e àquele que aparentemente não mereçam perdão. O braço da Divina Justiça utiliza-se, às vezes, da aparente injustiça para corrigir e educar os infratores das Soberanas Leis.
Nunca te permitas dúvidas a respeito da lei de causa e de efeito. Conforme a tua semeadura, assim se te apresentará a colheita.
Ninguém passa no mundo livre do sofrimento no seu processo de depuração das tendências inferiores, lapidando as arestas morais e espirituais do ser humano.
Desse modo, tudo possui uma razão própria de ser. Quanto a ti, porém, faze sempre o bem, o melhor que estiver ao teu alcance, não esperando aplauso, nem temendo reproche.
E já estarás amando..."
*  *  *
Jesus marcou a Sua passagem terrestre de forma permanente, deixando a todos os seres humanos um roteiro de segurança para a conquista da plenitude.
Apesar de transcorridos vinte séculos desde aqueles inesquecíveis e formosos dias das Suas jornadas pela Palestina, é importante que lembremos constantemente Dele como nosso Guia e Modelo.
Coloquemo-nos no lugar de Simão Pedro, escutando os ensinamentos contidos nas doces palavrasdo nosso Divino Amigo.
Glorioso será o dia em que passemos a amar verdadeiramente!
Redação do Momento Espírita, com  base no cap. 9, do livro A mensagem do amor imortal, pelo Espírito Amélia Rodrigues, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal. Em 21.06.2011.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...