Nota

A Doutrina Espírita nos convida ao estudo; mas alerta-nos que sem Obras nunca seremos verdadeiramente ESPÍRITAS.

Seguidores

terça-feira, 19 de junho de 2012

ESPIRITISMO - MAIS VOCÊ - SENSITIVOS - MÉDIUM E MEDIUNIDADE - 1/4


Descrição:

No programa Mais Você, da TV Globo, exibido em 22.Ago.2005, Ana Maria Braga conversa com a experiente médium Isabel Salomão e com o menino-médium Guilherme Romano, que explicam de forma simples e esclarecedora a vivência deles com a mediunidade.

Mais Você 01.Mar.2007 - Sensitivos
http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL480533-10345,00-SENSITIVOS.html

A mediunidade é a capacidade de ver, ouvir e pressentir o que a maioria não consegue. Normalmente ela se desenvolve desde a infância das pessoas médiuns.

João Rosa, médium e tarólogo

Conta que no começo tudo era estranho. Ele foi levado para um psicólogo na época e acharam que ele tinha problemas. Foi assim que constataram que era médium sensitivo e tinha uma certa vidência.

Guilherme Vinícius de Souza Romano, médium

Guilherme tem 13 anos e diz que se lembra de ver espíritos desde muito pequeno, mas só entendeu do que se tratava aos 6 anos quando recebeu uma "entidade" que lhe explicou que o que ele sentia e via se tratava de um dom que ajudaria sua família.

O estudante conta que consegue sentir, ver, ouvir perfeitamente e até conversar com os espíritos, mas muitas vezes tem medo porque nem sempre eles aparecem bonitos com aparência simpática, às vezes eles têm rosto apodrecido, aparência grotesca como os monstros dos filmes de terror. Ele também vê pessoas da família que já faleceram como a avó, o bisavô, a tataravó.

Apesar de hoje fazer tratamentos no centro espírita, tomar homeopatias, e entender melhor as coisas que vê, Guilherme ainda tem medo, e não desce as escadas do seu prédio sozinho por exemplo, porque sempre vê coisas que não quer.

Guiomar de Oliveira Albanese

Dona Guiomar tem 79 anos e é presidente do Centro Espírita Perseverança em São Paulo. Ela teve contatos com os espíritos desde criança, época em que achava que eles eram pessoas normais.

Dona Guiomar diz que determinadas crianças já nascem com sensibilidade, e que hoje em dia isso é muito mais comum, pois com tanta violência, assassinatos, roubos, crimes bárbaros, nosso mundo necessita de mais médiuns.

Segundo ela, a mediunidade começa a se manifestar nas crianças de três anos e permanece em média até os sete anos, época em que elas ainda não têm muitas preocupações e registros do mundo. Muitas vezes ela fica adormecida até a adolescência e retorna dos 12 aos 18 anos. Dona Guiomar sofreu muito até encontrar o caminho do Espiritismo.

Dona Isabel Salomão dos Santos

Dona Isabel tem 82 anos e começou a ter contatos com os espíritos ainda menina com apenas nove anos. A família da médium era católica e o pai ficava muito nervoso quando Isabel falava o que via.

Quando tinha 16 anos começou a ter mais problemas, não conseguia dormir porque o quarto sempre estava cheio de espíritos, mas ela diz que eles não faziam mal, apenas incomodavam.

Aos 20 anos Isabel conheceu um Centro Espírita e aos 22 começou a trabalhar no Centro ajudando as pessoas. Ela conta que cada médium tem uma sensibilidade a dela é de cura. Atende doentes há muitos anos e sua primeira cura foi aos 12. Curou o pai de epilepsia.

Dona Isabel cuida de 50 crianças dando moradia, alimentação e educação, e cuida de um Centro Espírita chamado Casa do Caminho, com ajuda de 200 pessoas.

Dona Isabel
Fone: (32)3216-9616 (Centro)

Dona Guiomar
Fone: (11)6672-8200 (Centro Espírita Perseverança)



Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...